Matsuri Dedetizadora, Desentupidora e Caça Vazamentos

Tipos de Pragas


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/dedetizadoramatsuri/www/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Menu Principal


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/dedetizadoramatsuri/www/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Home Ratos
Ratos PDF Imprimir E-mail

Ratos

 

Os ratos São animais de hábitos noturnos, por ser mais seguro saírem de seus abrigos à noite, à procura de alimento. Possuem várias habilidades físicas, como nadar, subir em locais altos se houver base de apoio, saltar, equilibrar-se em fios e mergulhar, entre outras.

Escolhem alimentos em condições de serem ingeridos. Transmitem doenças como leptospirose, peste bubônica, tifo murino e salmonelose. São freqüentes ainda acidentes causados pela mordedura.

As fezes são os melhores indicadores de infestação, e podem levar à identificação da espécie presente. Trilhas: sua aparência é de um caminho bem batido, com 5 a 8 cm de largura. Deixam manchas de gordura: em locais como paredes e vigas.

Roem (mas não ingerem) materiais como madeira, cabos de fiação elétrica e embalagens de alimentos. Tocas encontradas junto ao solo, junto aos muros, entre plantas são sinal de infestação por ratazanas.

É a maior família de mamíferos existente na atualidade. Os elementos necessários para sustentar uma população de ratos são: alimento, água e abrigo. Todos eles são encontrados com facilidade nos grandes centros urbanos.

O alimento pode ser encontrado no lixo ou em locais de estocagem. A água pode ser obtida de forma livre ou retirada do próprio alimento úmido e os abrigos são abundantes, podendo ocorrer em jardins, montes de entulhos, barrancos de rios e canais, espaços entre paredes, vãos de mobiliários, forros, entre gêneros alimentícios, etc.

As Espécies

RatazanaRatazanas

As ratazanas representam os roedores urbanos mais conhecidos. Têm hábitos noturnos, são sedentários e apresentam comportamento agressivo quando acuados.

Normalmente vivem nas áreas externas das edificações. No interior das residências, abrigam-se entre pisos e paredes, nos espaços mortos de armários, porões, etc. Possuem hábitos semi-aquáticos e são excelentes nadadoras.

Alimentam-se preferencialmente de peixes, carnes e cereais e dificilmente ficam abrigadas em locais com distância superior a 45m da fonte de alimento.
 



Rato de Telhado


Ratos de Telhado

Os ratos de telhado ainda preservam seus instintos silvestres, tendo preferência pela construção de abrigos nas partes altas das edificações, e, por esta razão, são também conhecidos como ratos de forro.

São esbeltos e possuem locomoção rápida, segura e equilibrada por fios elétricos e de telefonia, associando-os aos ramos do arvoredo do seu ambiente original. Seus ninhos são menos expostos e de difícil visualização. São onívoros, preferindo frutas, legumes e cereais.

Dificilmente abrigam-se em locais com distância superior a 40m da fonte de alimento.
 



Camundongo


Camundongos

Os camundongos são essencialmente domésticos, buscando no interior dos fogões, armários, sofás e outras peças do mobiliário humano ( local ideal para abrigo e construção de seus ninhos).

Como os demais roedores urbanos, são onívoros e têm preferência alimentar por cereais e substâncias adocicadas.

 


Doenças e Riscos

O maior problema dos ratos para a Saúde Pública está vinculado às conhecidas doenças transmitidas ao homem, destacando-se: leptospirose, salmonelose, hantavírus, peste, sarna, micoses além de ser hospedeiro para outras doenças.
A média, nos grandes centro, é de 3 roedores por habitante. No Brasil que possui cerca de 170 milhões de habitantes o prejuízo por ano é de US$ 4,0 bilhões.

Cada rato consome por dia 10% de seu peso. O perigo, porém é maior se levarmos em conta a contaminação dos alimentos por urina e fezes.
A presença de ratos pode também acarretar acidentes, devido aos danos causados em fios, cabos de máquinas e instalações elétricas. A presença de ruídos e chiados em ligações telefônicas se deve muitas vezes aos ratos. Os ratos têm a necessidade de roer para gastar os dentes que crescem 3 mm por semana.

Os ratos são responsáveis pela transmissão de cerca de 200 doenças, onde se destaca a leptospirose. Os ratos urinam várias vezes ao dia e em pequenas quantidades (mais ou menos 40 vezes). Cada 10 ratos urinam 40 vezes ao dia, sendo multiplicado por 365 dias, igual a 146.000 focos.

Características dos Roedores

Características Roedores

Dicas Úteis

É vital para o controle de roedores que sejam seguidas todas as etapas do Controle Integrado de Pragas, associadas ao saneamento e higienização da área para evitar fatores de favorecimento à praga. Com essa base de controle, podemos seguir os seguintes passos:

  • Não usar “chumbinho”. O rato morre na hora, mas não leva o veneno para a colônia, fazendo com que outros ratos continuem a visitar o ambiente em busca de alimento. E o chumbinho não tem antídoto (caso seja ingerido por outros animais ou pessoas)
     
  • Usar venenos que matam por hemorragia (iscas ou granulados), à venda em lojas especializadas Em caso de ingestão acidental por animais, procurar um veterinário, que poderá medicar o animal com vitamina K1 (anti-hemorrágica) na dose correta.
     
  • Limpar sempre a área externa tirando entulhos e restos de alimentos para não atrair os roedores, os ratos procuram lugares com ofertas de alimentos e lugares quentinhos para fazerem ninhos e atrair outros da sua espécie.Lembrando que, o rato nunca anda sozinho, sempre em bando.
     
  • Em locais com animais domésticos, não deixar a ração exposta, isso é um grande atrativo aos roedores. Deixe a ração exposta durante o dia e a noite recolha. Os roedores são de hábitos noturnos.
     
  • Monitoração constante para evitar re-infestações;
 


Rua Giambatista Vico, 237 - Cidade Dutra - São Paulo - SP - 04831-060 - Brasil / Tel.: (11) 2367-0159 Fax:(11) 2367-3806